domingo, 20 de fevereiro de 2011

Hora de agir no caso Isabella Nardoni

Depois de vários vídeos já publicados, com a série completa da primeira série "O resgate do verdadeiro perfil do casal Nardoni", e grande parte da segunda série "Os acontecimentos na Linha do Tempo no caso Isabella Nardoni", acho que já está na hora de começar a agitar.
A esta altura, já ha elementos consistentes para iniciar uma reviravolta neste caso, pois os vídeos já publicados contém esclarecimentos e definições, como por exemplo:
            1- A série completa da primeira parte "O resgate do verdadeiro perfil dos Nardoni no caso Isabella Nardoni" não somente esclarece o verdadeiro perfil deles, desmontando o falso perfil que fizeram deles, como também o esclarecimento das questões das supostas evidências e provas contra eles, além de evidenciar a indecorosa proposta ao casal Nardoni para confessarem um crime que não cometeram, em troca de vantagens.
2- A impossibilidade da versão da polícia, de que o casal agrediu a menina duas vezes, uma no carro e outra no apartamento, dentro do tempo de apenas 13 minutos e alguns segundos, conforme demonstrado na análise na linha do tempo.
3- A coerência demonstrada da versão do casal Nardoni, dentro da cronometragem dos peritos, inclusive encaixando-se o depoimento dos tempos, tanto do casal, como das testemunhas, conforme foi visto na análise do gráfico na linha do tempo.
4- As evidências indiscutíveis de um terceiro elemento que atuou naquela noite, com tempo suficiente para agir, conforme demonstrado na linha do tempo, através da foto do quarto da menina, com visíveis sinais de luta, e do depoimento de várias testemunhas sobre o som da porta de incêndio que ouviram, coincidindo o horário da fuga descrito pela testemunha com o estudo na linha do tempo.
5- Elementos sólidos para derrubar de vez a versão da polícia, como
-         A  estimativa do promotor de 59 segundos referente ao intervalo da queda de Isabella até a ligação ao socorro, totalmente contestável, pois esta estimativa foi definida para atender a sua conveniência, e não fundamentada em critérios técnicos, como a simulação. E conforme uma demonstração feita nos vídeos, o tempo aproximado foi de 34 segundos, muito longe, portanto, de sua estimativa..
-         A estimativa do promotor de que Alexandre desceu sozinho do apartamento ao jardim em 2 minutos, ainda na ligação ao socorro a Isabella. Também esta estimativa totalmente constestável, pois não foi feita uma simulação para comprovar os seus argumentos.
-         A cobrança destas simulações deve ser feita. Elas vão desmascarar todo o inquérito policial, pois não vão conseguir demonstrar que no tempo estipulado pelo promotor, Alexandre chegaria ainda na ligação ao telefonema ao socorro, principalmente porque há um fator frágil no argumento dele; o elevador. Dificilmente ele ficaria parado todo o tempo num andar durante 7 minutos, tempo que durou a agressão a Isabella, segundo os peritos.
-         A cobrança dos esclarecimentos, tanto do porteiro sr Valdomiro, como do síndico sr Lúcio, de que venham a público, através da imprensa, de suas versões cheias de contradições.  
  -    E agora, o elemento que vai nocautear todo o inquérito policial. O áudio da ligação ao socorro a Isabella, feita pelo sr Lúcio! Por que não divulgaram este áudio? Disseram que a voz de Alexandre é ouvida neste áudio, pois segundo eles, o pai da menina chegou ainda na ligação ao socorro de sua filha, e sua conversa com o sr Lucio aparece na gravação. Então, por que não divulgaram o áudio, para comprovarem esta alegação? Pois este áudio precisa ser divulgado, para que todos saibam da verdade sobre este caso. Este áudio vai desmascarar toda a armação que fizeram contra o casal Nardoni. Vamos ver se neste áudio tem a voz de Alexandre, conforme afirmam.
-         E para finalizar, o detalhe incontestável que derruba de vez todo o argumento do promotor. A cópia do documento do depoimento do sr Valdomiro, sem cortes, em que aparece um detalhe importantíssimo em que ele menciona que um morador entrou no prédio naquela noite, após a entrada dos Nardoni, e  pouco antes da queda da menina. Então, naturalmente ele usou o elevador, e isto quer dizer que este não mais se encontrava no andar do apartamento dos Nardoni, o que desmonta todo o argumento do promotor, pois dificilmente em 2 minutos Alexandre Nardoni chegaria ao jardim, tendo que acionar o elevador para descer de seu apartamento no sexto andar.

Estes elementos são suficientes para causar uma estrondosa reviravolta no caso Isabella Nardoni. 

                   E ainda há muito o que revelar nos próximos vídeos. Mas o que se tem disponível já dá para incendiar este caso. 

                  Comunidade dos que apóiam os Nardoni na internet,  hora de ação!!! Estou fazendo a minha parte! Agora é com vocês!!! Estamos juntos nessa!!!

2 comentários:

  1. http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2013/08/defesa-apresenta-novo-laudo-sobre-a-morte-da-menina-isabella-nardoni-4227218.html

    ResponderExcluir